Caderno H - Mario Quintana

Caderno H – Mario Quintana

Descrição do livro

O Caderno H, de Mario Quintana, tem uma longa história. Começou a ser publicado na revista Província de São Pedro, de Porto Alegre, em 1945. Foi, inclusive, com parte desse material que Quintana, em 1948, montou seu livro de poemas Sapato florido. Ainda em 1945, Quintana escreveu o livro Espelho mágico, com poemas em prosa ou prosa poética, que só seria publicado seis anos depois, em 1951. O Caderno H, contudo, continuou a sair a partir de 1953, quando Quintana ingressa no jornal Correio do Povo, de Porto Alegre, na página literária dos domingos. Mas somente em 1973 o poeta selecionaria desse amplo material os fragmentos que comporiam a primeira edição em livro do Caderno H, publicada pela Editora Globo. Desde essa data, as diversas reedições da obra confirmam-na dentre as que mais interessam ao grande público do autor. Na bibliografia de Quintana, o Caderno H liga-se diretamente a Espelho mágico, pois ambos experimentam a prosa poética ou o poema em prosa, privilegiando a forma epigramática como visão da realidade. O Caderno H também torna visível que o poeta se interessou por essas modalidades de forma por toda a vida, ao mesmo tempo que continuava praticando a poesia em versos livres ou de formas fixas como o soneto, destilando por quase trinta anos sua obra em epigramas e prosa.

Livros Relacionados